Usado da Semana: Mercedes Classe A200 2013

Legal de dirigir e bem equipada, versão Urban 1.6 do hatch pode ser encontrada por R$ 83 mil

Fotos: Divulgação | Texto: Mário Venditti

 Depois de queimar de leve seu filme em alguns mercados com o monovolume Classe A – vendido no Brasil entre 1999 e 2005 --, a Mercedes-Benz não se deu por vencida e lançou um hatch premium com o mesmo nome. Embalado pelo funk lek lek da campanha publicitária, ele chegou por aqui em 2013 nas versões A200 Style e Urban, topo de linha. Hoje, o Classe A oferece versões ainda mais sofisticadas, mas o Urban 2013 é uma ótima pedida para quem almeja um Mercedes. No mercado de seminovos, você consegue comprá-lo por R$ 83 mil e com o hodômetro marcando 40.000 km.

O motor 1.6 16V turbo de 156 cv e o câmbio automatizado de sete marchas arrancam elogios e atendem muito bem quem deseja um carro pretensamente esportivo (não espere esse comportamento dele). O consumo é muito bom: faz 11,1 km/l na cidade e 16,5 km/l na estrada. O hatch é bem equipado, com itens como ar-condicionado automático, air bags laterais, controle de estabilidade, computador de bordo e sistema de som Audio 20. Mas faça um favor para a humanidade não colocando para tocar o tal do lek lek.


FIQUE LIGADO

Visão traseira: ovidro traseiro é pequeno, o que limita um pouco a visão do motorista, que deve redobrar a atenção nas manobras 

Manutenção: além de a rede de concessionárias da Mercedes ser pequena, nem sempre há peças de reposição para pronta entrega

+ Design moderno, ergonomia, agilidade, posição ao dirigir e consumo

- Não tem GPS integrado e sensor de estacionamento, manutenção cara

RG DO CARRO

Motor: Dianteiro, 4 cilindros, 1.6 turbo, gasolina

Potência: 156 cv a 5.300 rpm

Torque: 25,5 mkgf a 1.250 rpm

Transmissão: Automatizada de sete marchas, tração dianteira

Porta-malas: 341 litros

IPVA: R$ 3.200

Compartilhe esse conteúdo



Comentários